FANDOM


Este é um poderoso caern, tomado em tempos recentes dos Silver Fangs pelos Shadow Lords, e atual centro de comando do Margrave desta tribo. Fica em uma região isolada dos Montes Cárpatos, sendo um dos grandes bastiões contra os vampiros locais.

O material abaixo não consta nos módulos da White Wolf.

Características

Nome: Céu Noturno

Localização: Valáquia, Romênia

Cidade mais próxima: 

Distância de Bucareste:

Estrada de ferro mais próxima:

Estrada mais próxima:

Nível: 4

Película: 3

Divisa: 

Alcance máximo das pontes da lua: 9600km

Totem do Caern: Falcão

Tipo: Honra - Diplomacia

Tellurian

Na região montanhosa dos Cárpatos, terras elevadas escondem um dos últimos caerns da região: o Caern do Céu Noturno, cuja única entrada por terra é através de um tortuoso caminho que para no vau de duas montanhas, onde um castelo se encontra, guardando o caminho e o que jaz adiante. Campinas verdejantes se erguem a céu aberto, ladeadas pelas montanhas intransponíveis, longe das vistas dos viajantes por terra. Córregos descem ao pé das montanhas, escoando próximos ao castelo, de onde ele retira sua água. Animais pequenos podem ser encontrados, assim como pássaros em bosques ocasionais. Há cavernas na região, ainda que nada muito fundo. A topografia é inclinada, erguendo-se até o alto de um despenhadeiro, onde o caern concentra suas energias.

Umbra

Sobre o castelo repousa poderosos feitiços que barram o dreno vital que o Umbra, na maioria das vezes, parece sofrer em outras regiões. O próprio castelo tem um aspecto maior e mais imponente, ainda que a necessidade por restauração constantemente risque essa imagina pristina - e a eficiência destes feitiços. 

História

O Caern em si está lá desde pelo menos o início da era cristã. Silver Fangs da Casa do Coração Sábio e seus Parentes Dácios combatiam o Império Romano ao norte da Macedônia, junto com as Black Furies e os Red Talons. Em algum dado momento, Garous do que ainda viria ser a Rússia desceram até a área, e aos poucos repuseram o contingente da tribo que definhara com o tempo. Estes Garous souberam respeitar os pactos locais e, após discrepâncias menores, estabeleceram-se como a liderança local.

O Castelo Mondragon foi fundado pela família nobre local de mesmo nome há setecentos anos atrás, por Silver Fangs que romperam seus laços com o Clã da Lua Crescente e ajudaram a formar a Casa do Olho Cintilante. Alexandru I Mondragon foi seu primeiro líder Garou. Somente alguns séculos mais tarde, sob a regência de Constantina Lua-do-Ocidente Mondragon que os laços com o velho Clã foram reatados, garantindo um maior reforço na luta contra otomanos e lacaios da wyrm. Seu último soberano foi Alexandru XIV, concretizando a velha profecia de que aquele caern começaria com um Alexandru e terminaria com outro... ainda que não tivesse sido o único Alexandru presente na hora da usurpação: mas só há três Garous lá que hoje em dia sabem disso.

O Caern e o Castelo viram horas negras, quando não raro grandes incursões de exércitos liderados por Tzimisces e Gangreis vieram (com, comenta-se, certa ajuda indireta dos Shadow Lords...), com toda a fúria e sangue que conseguiam, superando em número  diversas vezes os guerreiros de Gaia e seus aliados humanos. E todas as vezes a fé em Gaia e os acordos com os espíritos se provaram salvadores em noites terríveis.

Durante a ocupação nazista e depois no regime comunista, o caern e o castelo tiveram que aumentar sua reclusão: por mais de cinquenta anos, espíritos do nevoeiro ajudaram a fechar as estradas secundárias que levavam ao Castelo, assim como uma cobertura de nuvens quase perpétua. Durante o comunismo, uma rede de Parentes filiada ao Partido Comunista infiltrou-se o suficiente para gerenciar a burocracia a respeito da propriedade Mondragon em um perpétuo emaranhado de indecisões e imprecisões.

Foi nessa época que a liderança Silver Fang se viu abalada: os Red Talons viam seus números sendo reduzidos na medida em que eram caçados e o meio-ambiente ia às favas durante a industrialização, e as Black Furies viam seus parentes ativistas anti-nazistas sem receber apoio tático ou logístico de seus líderes. Mas já era o longo e difícil reinado de Alexandru XIII Mondragon, e paranoia era a ordem do dia. Seu sucessor, Alexandru XIV, dado ao Harano desde sempre, não se mostrou líder melhor - quando veio a usurpação, poucos Garous de outras tribos na área realmente lamentaram a queda da Família Mondragon.

O Castelo Mondragon

Habitado principalmente por Parentes Mondragon, eles vivem como há séculos seus ancestrais o faziam, em uma vida simples e disciplinada. A principal tarefa é manter o castelo de pé, algo que os séculos finalmente começaram a cobrar.  Após a usurpação, novos hóspedes surgiram, Garous e parentes de outras tribos - parentes os quais são como hóspedes no Castelo, esperando-se que os residente os sirvam... Pressentindo um atrito desnecessário, o Margrave minimiza a presença destes estrangeiros no castelo, mas não tolera desobediência de qualquer humano às sua ordens. Os Silver Fangs locais têm acesso permitido ao castelo.

É um castelo com amplo pátio interno e diversas torres de guarda, com um grande portão frontal. Parte dele está se deteriorando, tornando a presença de quem for arriscada. A usurpação, dizem seus moradores, parece ter acelerado o processo. Rumores de fantasmas, passagens secretas e câmaras ocultas divertem os visitantes - o quão são reais, ninguém parece disposto a falar.

Septo do Caern

O Margrave compôs cuidadosamente sua base de conselheiros nos três Athros mais importantes que conseguiu, sendo uma dentre os de sua tribo, uma dos Red Talons e outra das Black Furies - coincidentemente, as três sendo mulheres. Isto levou a certos desgostos entre os de sua própria tribo, especialmente aliados que ajudaram a derrotar os Silver Fangs, mas o Margrave os recompensou parcialmente pelo esforço agora, e há a promessa de mais a futuro - por hora, fazem parte de uma força de reserva que ele consegue conjurar em caso mais extremo.

Os três Silver Fangs remanescentes vivem em maior ou menor vergonha por não terem terminado com suas vidas, mortos em combate ou se exilado, cada um por um motivo próprio: mas todos juraram lealdade ao novo Líder de Septo. O Margrave sabe que neles pode confiar mais do que eles próprios, mas não seria quem é se não mantivesse um olho atento sobre eles, assim como em tudo o que se mexe ao seu redor.

Três matilhas especiais foram compostas para levar a palavra de boa vontade aos demais caerns e forças da área. O trabalho junto aos Red Talons tem feito um mea-culpa das demais tribos hominídeas, e qualquer lupino é bem-vindo ao caern. Conta especialmente com Uivo-das-Montanhas para cuidar destes.

Elders

Athros

Adren

Fostern

Cliath

Matilhas do Septo

Diplomacia

Diplomacias tribais

O Caern do Céu Noturno é a base de poder do Margrave. Os com um mínimo de entendimento percebem que é como se fosse a base europeia - ou mesmo, ocidental - dos Shadow Lords, longe dos Hakken no Oriente. Após a usurpação, tudo teve que ser revisto, e diversos caerns e seitas não estão exatamente certos do que virá a seguir. O Margrave fará de tudo para convencê-los a se unir contra a Wyrm, deixando de lado o passado mesquinho de traições.

Black Furies - convencer as Black Furies foi a base de tudo, juntamente com os Red Talons, para que os Balcãs tenham alguma chance contra a Wyrm . Mesmo as irmãs do Caern das Visões do Passado estão dispostas a cooperar com o Margrave. Através do continente, as irmãs estão cada vez mais se alinhando com este Caern romeno.

Bone Gnawers - chegar às cidades por cima não é o suficiente, os Bone Gnawers têm o conhecimento de como as coisas andam nas áreas baixas, pobres, abandonadas. Reconhecer o território deles tem sido fundamental na empreitada. Os Bone Gnawers não estão exatamente confiando nas belas palavras do Margrave - ainda.

Children of Gaia - não há melhor forma de se aproximar deles do que com uma oferta sincera de paz e união. Apesar de nenhum caern oficialmente ter se pronunciado, septos e matilhas autônomas mais e mais têm se aproximado da iniciativa do Caern do do Céu Noturno.

Fianna - Muito pouco contato ainda com os Fianna como um todo, além de uma saudação ao Caern da Tripla Espiral e a esperança expressa de que haja paz entre as tribos. Os Fiannas continentais estão um pouco belicosos quanto à situação.

Get of Fenris - Nenhum usurpador pode clamar paz e união, especialmente os Shadow Lords , e esperar que não acredite que haja um plano de poder por trás disto. No mais, os tradicionais aliados dos Silver Fangs não poderão deixar barato a usurpação do Caern do Céu Noturno.

Glass Walkers - Negociações pragmáticas têm ocorrido entre eles e o Caern da Cidade Branca , e o resultado disto influenciará no resto dos Glass Walkers continentais. Pequenos atos aqui e ali têm demonstrado a intenção do Margrave.

Red Talons - Os Talons são aliados de primeira hora nesta empreitada, sendo testemunhas do processo sistematizado de ataques de sucesso contra grandes alvos da Wyrm

Silent Striders - As notícias que vêm da Valáquia impressiona os Striders por serem uma mão aberta e estendida - ainda que seja uma mão com garras. Os Striders estão beliscando pelas beiras. O Caern da Roda de Ptah ainda não se pronunciou.

Silver Fangs - A inimizade dos Fangs europeus é certa. Mas o Caern da Lua Crescente ainda não se pronunciou, tampouco as casas norte-americanas. Os únicos Silver Fangs que podem contar são, por enquanto, os do próprio Caern. 

Uktena e Wendigo - Face a pífia presença de representantes destas tribos no Velho Mundo, não há uma preocupação a princípio no quadro geral deles: mas individualmente, todos são bem vindos a colaborar no esforço unificado de guerra.

Diplomacia entre Caerns

A diplomacia entre Caerns é importante pois mostra os contatos e alianças entre os vários Caerns e seus septos e o Caern do Céu Noturno.

A indicação diplomática não indica necessariamente que existam as pedras do caminho que possibilitam a abertura de pontes da lua entre os caerns. O nível diplomático indica a relação entre os caerns.

Caern Localização Nível diplomático Pedras do Caminho
Caern da Cidade Branca do Norte Helsink, Finlândia Restrito Sim
Caern da Deusa Catalunha, Espanha Superficial Sim
Caern dos Filhos de Morrigan Borgonha, França Restrito Sim
Caern da Gruta Funda Bélgica Ruim+ Sim
Caern do Leão do Norte Dalarna, Suécia Superficial Sim
Caern do Olho do Oeste

Caern Central dos Children of Gaia

San Francisco, EUA Superficial Não
Caern do Punho de Sangue

Caern Central dos Get of Fenris

Floresta Negra, Alemanha Ruim Sim
Caern de Skansen Estocolmo, Suécia Restrito Não
Caern do Sol da Meia Noite Finlândia Superficial Sim
Caern da Tripla Espiral

Caern Central dos Fianna

Irlanda Superficial Sim
Caern das Visões do Passado

Caern Central das Black Furies

Grécia Bom Sim

+ O Caern da Gruta Funda, um caern de guerra dos Silver Fangs e um dos caerns centrais da Casa do Olho Cintilante, dificilmente esquecerá a gravíssima ofensa que foi a usurpação de seu importante caern valáquio pelos Shadow Lords . Uma ação ofensiva pode ser esperada em um futuro não muito distante.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.