FANDOM


Um Caern distante e solitário, dominado por Get of Fenris, com a presença de Red Talons, que em respeito a eles decidiu-se adotar primariamente a forma lupina. É tão inacessível que Gaia, diz a lenda, lá o criou apenas para testar seus filhos mediante desafios físicos impossíveis: sob um certo aspecto, é um caern de iluminação, apresentando a sabedoria que alguém pode ter de si mesmo, os extremos ao qual pode chegar e dominar.

Caern dos Penhascos Invencíveis

Características

Nome: Septo dos Penhascos Invencíveis

Localização: Noruega

Latitude:

Longitude:

Nível: 2

Película: 3

Alcance máximo das pontes da lua: 3.600 km

Totem do Caern: Espírito das Escarpas Mortais

Tipo: Força - Glória

Septo do Caern

Seu Líder de Septo, Avalanche, ao conquistar o posto estabeleceu que todos devem adotar a forma lupina, em respeito aos Red Talons locais, além de permitir sua presença no septo.

Athros

Adren

Matilhas do Septo

Não existem muitos Garous ali, de fato, com uma certa variedade de funções de acordo com quem está disponível no momento. O Septo é sua própria Matilha, levando o próprio nome. O totem local a abençoa. Os Adrens estão encarregados, via de regra, a buscar suprimentos e também vigiar o caern.

História

Originalmente um caern dos Red Talons, os Get of Fenris o tomaram nos últimos dois séculos e meio, por considerarem que tal caern com tal propósito só poderia ser deles. Isto gerou uma amarga discórdia entre as duas tribos, fazendo com que os lobos vermelhos se aglomerassem ao redor do Caern da Noite Rubra, de onde ocasionais ataques vieram - sempre repelidos.

Antes dos Red Talons encontrarem aquele local, já havia o espírito da montanha, que sempre intrigou Garous que dele ouviam falar. Boatos entre os Fenrir diziam que era um dos gigantes do gelo derrotados pelos aesir, enquanto os Talons aceitavam que aquele fosse um exemplo da força invernal que testa continuamente todas as criaturas de Gaia. Por que ele está ali, ninguém sabe dizer. Mas quando o caern foi aberto, ninguém estranhou que fosse um caern de Força.

Geografia

Cercado por uma cordilheira intransponível próximo ao círculo polar ártico, este caern se encontra a uma elevada altitude, longe da vida vegetal mais próxima possível. É uma área de vento forte e céus constantemente nublados, e chegar lá a pé ou sobre as patas é uma tarefa que leva vários dias - sem falar na etapa final, que é uma longa e perigosíssima escalada, e a verdadeira prova de tenacidade e força que é prezada ali.

Picos e platôs nevados cercam o local, com encostas escarpadas prontas a ferir a carne de quem se atreve a desbravar aquelas montanhas. Não há comunicação qualquer por celular ou rádio, e os ventos impedem a aproximação por avião ou helicóptero. A fauna é escassa, e a caça mais próxima fica a dois dias de viagem.

Cavernas e fendas bloqueadas pela neve escondem abrigos dos aflitos e túmulos dos incautos, e mesmo quem conhece a área por vezes é terrivelmente surpreendido.

Garous tendo que se pôr à prova fisicamente são enviados para lá. A única maneira de serem recebidos pelo septo local é vencendo a escalada de forma honesta, via Tellurian. Após isto, são recebidos normalmente -- ainda que repetir a façanha sempre contenta os elders locais.

Umbra

Além de representações de aspecto ainda mais radical do terreno acidentado, espíritos dos ventos árticos e de tempestades podem rotineiramente ser vistos voando por ali, além de animais associados ao clima.

Espíritos elementais da rocha também emergem de vez em quando, na forma de humanóides cheios de pontas e chifres, de aspecto rude. Mas o que domina a paisagem é o Espírito das Escarpas Mortais, que é a própria montanha onde está o caern, quase ao topo. Uma forma encolhida, vagamente humanóide, nunca fala, mas dirige o olhar constantemente a quem se aproxima de seus domínios. Theurges especulam quem este espírito um dia foi, de fato, mas parece ter ascendência sobre todos os demais ali, até mesmo os espíritos do vento e da tempestade, que comanda sempre soprarem cada vez mais forte, especialmente se alguém se atreve a escalar as montanhas ao redor.

Em algum ponto, História e Lenda se fundem na Umbra. Representações de deuses antigos e seres mitológicos ocasionalmente surgem à distância para em seguida serem engolfados pelo vento, que por vezes parecem uivar ou sussurrar nomes e preces antigas. Isto é tido como presságios importantes.

Pode ser ainda encontrado o espírito dos que tentaram e morreram no processo, vagando, como um alerta aos incautos...

Política, Diplomacia e Considerações Gerais

Os Garous do caern não são os mais políticos ali. Não são exatamente fãs de seus vizinhos, como o Caern do Sol da Meia Noite. A grande mudança em 250 anos foi a aceitação dos Red Talons no Septo, o que suaviza a situação com o Caern da Noite Rubra - mas na verdade, não estão nem ai. Este caern, em específico, é um ponto para Garous se provarem - e depois partirem. Mesmo o Septo é constituído de poucos Garous a cada geração, comparativamente, e isto sempre foi assim: é um Caern para poucos. Vivendo em um certo anonimato e sendo esquecido na maior parte das vezes, o segredo e o terreno são suas principais armas de defesa - fora seus residentes, a quem não é segredo serem dos Garous mais fortes e resistentes sobre Gaia.

Quando parte do Septo desce para caçar provisões, um ritual especial é feito para "fechar" o terreno, com tempestades, nevoeiros e encostas traiçoeiras irrascíveis. É quando o caern está mais desprotegido, especialmente de um ataque vindo por uma Ponte da Lua. E, novamente...

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.