FANDOM


0 Guia Rápido 0
Página Principal
Artigos Importantes
Changelings
Itens Místicos
Outros personagens
Protagonistas
Rede espiritual
Referências
Registros Prateados
Sociedade Garou
Caern do Vento Frio
Caerns Conhecidos
Kin Folks
Matilhas
Werewolfs
Calendários
Ano de 2010
Ano de 2011
Ano de 2012
Administração da Wiki
Mudanças Recentes
Novas Páginas
0oooEditooo0

Casa do Uivo Austero

Eu me lembro.

É a minha função.

Eu nasci Lionel Durhnam Westgate, fui chamado Versos-do-Rei por minha tribo, e aqui chego, como homida, Galliard e athros desta que é a gloriosa Casa do Uivo Austero.

Sou de antiga linhagem, remontando de antes dos normandos desembarcarem nestas ilhas, e por memória, eu lembro do som da areia sob meus pés, no dia deste desembarque.

Eu lembro de velhas lendas, andando entre homem e lobo, quando então eram sólida realidade. Quando tantos de nós encontraram estas terríveis e gentis, e só bem mais tarde entendemos que deveríamos retribuir igualmente a gentileza nos ofertada. Lições duras e amargas, que nos renderam frutos até hoje.

Eu lembro quando os melhores entre nós se chamavam a Neve do Inverno, de longínqua e admirável cepa, suas sagas se misturando com o maior entre os reis dos homens. Tentamos nos criar à sua imagem, tentamos seguir seu exemplo. E quando seria o ápice desta existência, quando o falecido Everstone tomou posse da Coroa de Prata... nós nos vimos forçados a pegar em armas contra nossos tão amados irmãos. Silenciamos vossas canções. Não ouvimos mais seus uivos. Apenas levamos o lamento em nossos corações.

O destino que hoje nos é imposto é de mordaz ironia. Mas talvez nós mereçamos, por termos sido tão definitivos em nossa certeza. Mas com uma grande diferença, entre o que fizemos, e o que sofremos hoje.

Não reconheço vossas acusações. Não reconheço vossa autoridade. Não reconheço a vontade de Gaia em vossos corações, apenas a cobiça, a malícia e a loucura. Minha lealdade é com a Rainha Mary Campbell, Scours-the-Heather, que Gaia a proteja e o Gavião Pescador a guie onde ela estiver, legítima soberana destas terras que agora vocês ofendem com o fedor de sua presença.

Irei perecer, sim. Mas não antes de desejar, do ódio que me resta, que a maldição de Morrigan recaia sobre estes nossos indignos sucessores.


- Extraído do julgamento de Lionel "Versos-do-Rei", logo após sua sentença de morte ter sido lida.

____________________________

Para mais detalhes sobre esta Casa, ver Silver Fangs Tribebook, Edição Revisada, p. 38

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.