FANDOM


Nome: Melina Psaros

Tribo: a

Auspício: t

Nascimento: o

Posto: Adren

Totem Pessoal:

Característica:

Investigando a cultura dos Apis na ilha de Creta e suas influências na civilização minóica, ela recebeu visões que mostravam uma raça de homens-touro, altiva e orgulhosa, que desapareceu da face de Gaia sob as garras de, inclusive, suas ancestrais diretas. Tornando a trágica história deles como uma obsessão pessoal, ela deixou-se levar para dentro de um labirinto no Umbra que, sabia, se não era o mesmo famoso labirinto do Minotauro, era pelo menos uma signficativa representação do mesmo.


No centro do labirinto encontrou não o Minotauro, mas um espírito ancestral do povo Apis, na forma de um velho cego. Lá ela ouviu revelações e como obter favores dos espíritos e seus pactos antigos com seu povo: as linhagens há muito vêm se dispersando, afinal. Ouviu histórias de amor entre homens e mulheres, que nem sempre terminavam bem, pois acima do sentimento estava o dever dos Parentes de sempre manterem o sangue forte através das gerações.


Retornando para o convívio de suas irmãs, elas a ouviram com extremo cuidado, e como muito do mito feminino é a própria essência da reprodução, alguns tantos septos resolveram incluir os Apis em suas preces e oferendas, mas houve outros que seguiram o orgulho patriarcal que, não raro, tanto criticavam.


Melina resolveu então levar sua mensagem às tribos 'patriarcais'. Diversas vezes teve que ser protegida por septos ou matilhas com Children of Gaia da fúria das demais. Exibe diversas cicatrizes destes conflitos onde mal saiu com vida. Estava prestes a retornar para sua tribo, quando encontra Longo-Vôo-da-Águia e os seus. Nunca mais se sentiu sozinha.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.